Projeto Brasil / Africa

Publicado: agosto 14, 2012 em Uncategorized

Projeto Brasil / Africa

Publicado: agosto 14, 2012 em Uncategorized

A carência é grande e Deus conta com vidas dispostas a pregar ali.

Projeto Brasil / Africa

Publicado: agosto 14, 2012 em Uncategorized

Deus tem colocado em meu coração o desejo de evangelizar esta nação.

Quando Neemias ouviu falar que Jerusalém estava destruída, ele chorou. Porque näo era somente a simples lembranca de uma cidade. Era a certeza de que Deus näo havia desejado que fosse assim. Para Deus, aquele lugar havia sido escolhido para ser um lugar de adoracäo, onde os homens iriam para ter relacionamento com Ele. Os muros estavam caídos, näo havia seguranca, qualquer um poderia entrar e saquear as casas, as pessoas, os bens. As portas estavam queimadas a fogo, onde antes os juízes estavam acostumados a lidar com as causas do povo, a justica havia ido embora. Quando se destrói uma cidade, näo se destrói somente muros, se derruba sonhos, esperanca, se desfaz vidas e podemos dizer, no princípio näo era assim. Uma amizade, um casamento, um sonho de um jovem, uma vida de conquistas, uma igreja, um coracäo feliz, säo muros que tem caído em nossos dias, e que podemos dizer tem feito correr lágrimas dos olhos de quem um dia viu tudo, isso de pé. Porém reconstruir tem um preco. Näo se reconstrói os escombros, sem ter que curvar-se para pegar cada pedra, sem que sinta que isso tenha valor para Deus e para mim. Quanto vale os muros que estäo caídos, para mim? Neemias chorou, porque Jerusalém era importante para ele e para Deus. Neemias lamentou, jejuou, orou e saiu para reconstruir porque näo via somente escombros, ele conseguia ainda ver a beleza que um dia existiu. Ele orou, falou com quem entende e ama a restauracäo, Deus! Você que está lendo estas palavras, quem sabe foi um dia um muro caído, que Deus recosntruiu. Reconstruir, comeca com lágrimas, em mim. Mas Neemias näo apenas lamentou, ele foi até Deus e disse, nós erramos mas ainda somos teus servos! Näo importa, o quanto você errou, você quer reconstruir? Deus quer também! Quantas pessoas väo chegar para você e iräo dizer: näo vale a pena, vamos construir outro. Contudo tem muros caídos, que näo devem ser substituídos, precisam ser restaurados. Deus näo criou outra pessoa para lhe substituir, Ele refez você em Jesus. Pense nisso, vale a pena chorar, baixar-se até os escombros, misturar nosso suor com a poeira, que muitas vezes, trazem lembrancas que doem, mas vale a pena, porque Deus quer restaurar. O servo näo tem vontade própria, näo tem escolha, ele faz o que seu Senhor deseja. Porque se debater, se a vontade de Deus é täo clara. Os muros väo continuar caídos? As portas väo continuar queimadas? A vergonha vai prevalecer, näo há nada mais nobre do que recomecar. Que Deus possa contar com muitos Neemias nos dias de hoje e você pode ser um destes, que choram para depois sorrir!

Projeto África

Publicado: janeiro 17, 2012 em Projetos

     

Pr Helder ( pregando em Maputo)

Momento de Intercessão na praia em Maputo

Pr Seraph recebe homenagem na chegada na África

Quero expressar minha gratidão a Deus por ter a oportunidade de conhecer um pouco do continente africano, conviver com os nossos irmãos ali. Louvo a Deus pela vida do Pr Seraph que foi benção em minha vida para chegar até Moçambique e  África do Sul,  aos irmãos que investiram em mim , com sua oração, sua oferta, só Deus irá recompensá-los. Foi uma experiência inigualável, que marcou minha vida e trouxe resultados eternos, estou feliz com meu Deus, a Ele toda glória.

 Colossenses 1 : 16, 17. “…porque nele foram criadas todas as coisas que há nos céus e na terra, visíveis e imvisíveis, sejam tronos,sejam dominações, sejam principados, sejam potestades; tudo foi criado por elee para ele. E Ele é antes de todas as coisas, e todas as coisas subsistem nele.”

O texto acima, afirma algumas coisas, muito importantes, sobre o nosso Deus. Quando nós afirmamos que Nele tudoi subsiste, nós estamos afirmando que o nosso Deus criou  tudo e esse tudo, refere-se a cada coisa criada especificamentee não um todo somente. Também mostra Deus como o sustentador das coisas criadas, isso quer dizer, que se Deus resolvesse hoje, deixar de exercer sua atividade de sustentar, a única realidade que permaneceria existindo, seria a própria pessoa daTrindade e nada, absolutamente nada mais.
Esta doutrina da preservação, nos mostra que Deus é responsável, contrariando assim o deísmo que afirma que Deus criou o universo e posteriormente o abandonou; diz que Deus cuida da sua criação de forma independente dela, ou seja, a criação é de Deus, mas não é deus como afirmam os defensores do panteísmo; e ainda nos mostra que esta relação pessoal e responsável que existe entre Deus e sua criação, é um fator determinante para a história, os acontecimentos não são frutos do acaso, nem são determinados por um destino impessoal, Deus continua no controle de tudo que vemos e não vemos. De todos os aspectos da criação, sabemos que nós seres humanos, somos o mais importante ser que Deus criou, por isso temos a certeza que Ele também cuida de nós, como cuida dos animais , dos rios , das montanhas , dos mares, dos céus , dos anjos, das soberanias, das coisas visíveis e das invisíveis. Além do mais, este cuidar não é algo estático, como se Deus ao criar o universo, tivesse apertado um botão, prá ver sua invenção funcionar. Mas este sustentar de Deus, é um carregar contínuo, um exercício diário, um trabalhar cosntante de um Deus dinâmico e criativo. Quanto a nós, a Bíblia afirma que Deus planejou todos os nossos dias antes mesmo que começássemos a existir ( Salmo 139:16 ; Jó 14:5 ; Gálatas 1:15 ; Jeremias 1:5). Um dos fatores mais fortes e ao mesmo simples da preservação é que respiramos, porque Ele nos dá o fôlego pra isso. Todas as nossas ações, direta e indiretamente dependem do cuidado providencial de Deus. Todos os nossos talentos e capacidades vem de Deus, algumas sendo usadas para a glória de Deus e outras não; mas todas se originam Nele. (I Coríntios 4:7; Salmo 18:34) Deus aperfeiçoa a nossa vidade maneira tal , que nos tornamos instrumentos eficazes na realização de seus desíginios. O sucesso e o fracasso, também dependem de  Deus, pois Deus abate e exalta os homens, mesmo que muitos não o reconheçam como Autor dessas coisas. ( Salmo 75:6,7 ; Lucas 1: 51,52)
O que resulta de tudo isso, na prática?
Seremos gratos a Deus por tudo que Ele tem feito por nós, cuidando de nós e do que Ele criou.
Dependeremos mais Dele ao exercer os nossos ministérios, entendendo que Ele é quem nos dá talentos e capacidades, por isso, orgulhar-se não tem sentido, Gloriar-se Nele, sim!
Preservaremos uma relação mais de perto com Ele,sabendo que se quero ser vencedor na vida, isso não depende somente de mim, e se estamos sendo fracassados, temos um Deus que pode estar querendo nos dizer algo: confie mais em Mim! Que Deus em Cristo te abençoe!

Igreja Abençoada

Publicado: janeiro 17, 2012 em Mensagens e Estudos

I Tessalonicenses 1: 2-10

Estamos vivendo dias em que o sucesso das igrejas tem sido medido pela quantidade de pessoas que a frequentam; outras são mensuradas pela suntuosidade de suas construções; outras pela presença na mídia; e por aí vamos…
Quando pensamos, porém, em Reino de Deus, precisamos levar em conta, outros fatores: que esta Igreja tem um dono e o que Ele pensa a respeito dela é sumamente importante; que os parâmetros deste Senhor da Igreja são diferentes dos parâmetros do homem; que qualquer avaliação puramente humana que não tenha o aval de Deus, é inteiramente descartável. Diante disso , encontramos neste texto, características que foram realçadas pelos apóstolos, e que traduzem o que Deus pensa do que é uma Igreja, abençoada por Ele mesmo.
– Uma Igreja que possuía um tripé de referência para qualquer vivência cristã sadia: fé, amor e esperança.

Muito mais do que isso, essa fé era operosa, não era uma fé infrutífera, estéril ou somente teórica. Podemos estar fazendo parte de uma comunidade de fé, e não termos uma fé operante; podemos conhecer versículos decorados e não fazer uso dos mesmos no meio de uma crise; podemnos cantar hinos maravilhosos e permanecermos tão céticos quanto qualquer outro homem.
O amor demonstrado na prática, Paulo mesmo incentiva os Tessalonicenses a não cansarem de fazer o bem. Amor somente de palavras,não passa de hipocrisia disfarçada de boas intenções; quem ama, faz, não somente pensa, deseja ou promete.
Esperança, que é uma marca da confiança que eles tinham em Deus e em Suas Promessas. Os Tessalonicenses receberam a Palavra em meio a muita tribulação( vs. 6), mas isso não foi capaz de desanimá-los, apagar a sua fé, ou levá-los a não crer mais num amanhã diferente em Deus.

Uma Igreja que imitava homens de Deus e o Deus dos homens.

É necessário, termos referenciais na vida. Em meio a tantos exemplos negativos, precisamos nos espelhar em pessoas que possam, com a vida nos ensinar a andar com Deus. Os tessalonicenses imitavam os apóstolos e imitavam o Senhoir dos apóstolos. Não podemos nos espelhar,mesmo em termos cristãos nas pessoas que não tem virtudes espirituais desenvolvidas; e se não temos muitos referenciais assim hoje, então voltemos nossos olhos para o Senhor que nunca mudou, Ele é o autor e consumador da nossa fé.Referenciais não são fabricados por nós, eles se destacam diante de nós.

– Uma Igreja que tornou-se referencial para outras igrejas.

Não uma cópia de outras igrejas. Não uma adversária de outras igrejas. Não uma crítica das outras igrejas. Uma Igreja que podia dar exemplo ( vs.7), que era desejada ser imitada, não invejada. Uma Igreja que tornou-se modelo não porque exaltava a si mesmo, mas que era louvada por aqueles que a conheciam. Referencial porque seu exemplo se estendeu a outros locais, uma Igreja sem marketing próprio, mas conhecida mais que outras; o melhor marketing quem faz é Deus e o maior outdoor, nós projetamos com nossas vidas. Equando pensamos em igreja local, é muito mais difícil, porque não depende somente do individual, mas do coletivo.

Pensando como pastores, pensando como cristãos, pensando como obreiros, o que podemos dizer de nossas comunidades locais?

O que temos em nossas igrejas que chamam a atenção de Deus para elas?
Os membros de nossas igrejas estão se espelhando em quem?
As nossas igrejas, tem se tornado referenciais para outras, porque falamos bem delas ou porque elas se destacam e todos podem louvar a Deus porque as conhecem de longe?